Curiosidades do filme “O Exorcista”

Bom, como o último post foi sobre um dos meus livros preferidos, “O Exorcista”, quis fazer um post também sobre o filme; mas não falando sobre o filme, pois muitos, até mesmo os que não curtem terror, sabem sobre o que se trata. Quis mesmo é falar algumas curiosidades sobre o filme, coisas que aconteceram nos bastidores e até umas lendas que correm sobre o filme.

Enfim, o filme é de 1973, do diretor William Friedkin, baseado no livro com mesmo nome de William Peter Blatty.

Vamos começar pelo mais leve (rs), os prêmios ganhos e/ou indicações:

Ganhou os Oscars de melhor roteiro e melhor som. Foi ainda indicado para mais oito categorias: melhor filme, melhor diretor, melhor atriz (Ellen Burstyn), melhor ator coadjuvante (Jason Miller), melhor atriz coadjuvante (Linda Blair), melhor edição, melhor fotografia e melhor direção de arte.

Ganhou quatro Globos de Ouro nas categorias de melhor filme (drama), melhor direção, melhor roteiro e melhor atriz coadjuvante (Linda Blair). Recebeu ainda outras três indicações: melhor atriz – drama (Ellen Burstyn), melhor ator coadjuvante (Max von Sydow) e melhor revelação feminina (Linda Blair).

Foi indicado ao BAFTA na categoria de melhor som.

Ganhou, também, o Academy of Science Fiction, Fantasy & Horror Films, nas categorias de melhor filme de terror, melhor maquiagem, melhores efeitos especiais e melhor roteiro.

Curiosidades e fatos sobre o filme:

Foi o primeiro filme de terror indicado ao Oscar de melhor filme. O prêmio para um filme do gênero só veio em 1991, em “O Silêncio dos Inocentes”, com Jodie Foster e Anthony Hopkins.

O filme tornou-se um dos mais lucrativos filmes de terror de todos os tempos, arrecadando o equivalente a U$ 441.306.145,00 em todo o mundo.

Após a sessão, ninguém conseguia dormir, lembrando da voz gutural do pequeno demo gritando blasfêmias e outras cenas horrendas das gravações.

Durante a produção do filme, o set de filmagens pegou fogo durante um fim de semana, em que não havia ninguém trabalhando. Muitos equipamentos foram estragados. Não se chegou a qualquer explicação sobre o que gerou o fogo.

O processo de gravação até logo depois do lançamento do filme foi marcado por várias mortes de pessoas ligadas direta e indiretamente com as filmagens, caso do ator Jack Macgowran, que depois de gravar a cena em que morria arremessado da janela por Regan, contraiu uma forte pneumonia e acabou morrendo, de verdade, uma semana depois. Também morreram o irmão do ator Max Von Sydon, um vigia do estúdio e um assistente de produção.

Durante o filme é possível ver vultos, olhos debaixo da cama de Regan, silhuetas demoníacas e mensagens de socorro bem disfarçadas. Muitos gostam de assistir o filme várias vezes para encontrá-las.*

Para deixar as cenas com uma atmosfera aterrorizante, o diretor William Friedkin optou por construir os cenários dentro de uma enorme câmara refrigeradora. Não é à toa que quase todos os atores ficaram com pneumonia.

Oito horas é o que Linda Blair levava para ter seu rostinho bonito transformado no de um verdadeiro filhote do Belzebu. A maquiagem assustadora tinha até massa de pizza em sua composição.

Os gemidos aterrorizantes da garotinha possuída foram captados em uma fazenda. Eram porcos e vacas sendo levados para o abate.

Linda Blair nunca falou sequer um palavrão durante as filmagens de ‘O Exorcista’. Ela dizia outros textos bobinhos enquanto a dubladora Mercedes McCambridge era responsável pelos textos pesados. Aliás, Mercedes MacCambridge precisou fumar cerca de seis maços de cigarro por dia, além de entrar numa dieta só com ovos crus e maçãs defumadas para Imagemconseguir a tal voz assustadora do Diabo.

Pouca gente se lembra, mas em 1990 rolou uma sátira do filme, chamado “A Repossuída”; que conta a história de Nancy Aglet, interpretada por ninguém menos do que a própria “ex-possuída”, Linda Blair. O padre fica por conta do mestre Leslie Nielsen. O filme foi muito esperado pela crítica e pelos fãs da atriz, mas não decolou, o que não quer dizer que não seja uma comédia legal de assistir. Tem até ele completo no Youtube – 

O primeiro trailer de ‘O Exorcista’ foi considerado tão assustador que teve que ser retirado dos cinemas.

*Agora o jeito é assistir o filme pela milésima vez pra notar os vultos, olhos debaixo da cama e pedidos de socorro. Bora assistir?

64 anos de Meryl Streep

Nesse 22 de junho, nossa (pelo menos minha) amada Meryl Streep completa 64 anos (!!!!). Envelhecendo com dignidade, sem fazer mil plásticas e ficar esticada, Meryl ainda está lindíssica, como eu seu primeiro papel no cinema, quando tinha apenas 28 anos.

Streep nasceu em Summit, New Jersey, como o nome de Mary Louise Streep; mas foi criada em BernardVille, no mesmo estado. Filha de uma artista comercial e um executivo da industria farmacêutica, Meryl recebeu seu Bacharelado de Artes em Teatro na Vassar College em 1971. Estudou, ainda, música, ópera e arte dramática na Universidade de Yale. Após trabalhar para o Theatre Repertory Company, de Phoenix, obteve reconhecimento ao ser nomeada para o Tony Award, e por vencer o Outer Critics Circle Award.

Aí, então, aconteceu sua estréia no cinema, em 1977, no filme Júlia de Fred Zinnemann. E logo em seguida, em 1978, na televisão na série Holocausto, pela qual recebeu o Emmy de melhor atriz.

É casada, desde seus 29 anos, com o escultor Don Gummer, com quem tem quatro filhos.

Streep é recordista de nomeação ao Oscar entre homens e mulheres; recebeu quatorze indicações ao de melhor atriz e três ao de melhor atriz coadjuvante; sendo os seguintes, os vencidos: Oscar de melhor atriz por “A Escolha de Sofia” e “A Dama de Ferro” e de melhor atriz coadjuvante por “Kramer vs. Kramer”.

Além dos Oscars, também ganhou o Globo de Ouro de melhor atriz por “Julie e Julia” e “A Escolha de Sofia”; Globo de Ouro de melhor atriz em drama por “A Mulher do Tenete Francês”; e Globo de Ouro de melhor atriz coadjuvante por “Kramer vs. Kramer” e “Adaptação”. Não é a toa que é considerada por críticos uma das maiores personalidades vivas do cinema e recebeu uma estrela na Calçada da Fama, em Hollywood.

Italiano: Stella di Meryl Streep sulla Hollywo...

Hollywood

Curiosidades sobre a diva:

Antes de iniciar a carreira de atriz, Streep trabalhou como garçonete em New Jersey.

Para atuar em Música do Coração teve que aprender a tocar violino, tendo ensaiado 6 horas por dia durante 8 semanas.

Em 1989, dublou a personagem Jessica Lovejoy do episódio 67 do desenho animado Os Simpsons.

Meryl é feminista, pacifista nata e uma das principais militantes contra o aquecimento global.

Em 2009, foi eleita a 48ª mulher mais poderosa do mundo do entretenimento segundo o Hollywood Reporter.

Streep tem medo de helicópteros.

Estudou na classe de Sigourney Weaver na faculdade.

Os 10 melhores filmes (na minha opinião):

10- As Pontes de Madison (1995)

9- A Escolha de Sofia (1982)

8- Ela é o Diabo (1989)

7- As Filhas de Marvin (1996)

6- Música do Coração (1999)

5- Sob o Domínio do Mal (2004)

4- A Morte Lhe Cai Bem (1992)

3- A Casa dos Espíritos (1993

2- Simplesmente Complicado (2009)

1- O Diabo Veste Prada (2006) {Não conheço ninguém nesse mundo que não gosto desse

filme e não ame a Meryl como Miranda Priestly}